Para se chegar a Avalon era preciso saber o encantamento que abriria as névoas e chamaria a barca que o levaria pelo lago até à ilha. Somente os iniciados e alguns homens do povo do pântano (que conduziam as barcas) sabiam o caminho para Avalon. Quem ousasse transpor as brumas sem saber o encantamento ficaria perdido, para sempre, vagando entre os dois mundos.

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Nó Celta

                    
                                                         Nó Celta    

Conhecido também como nó do amor, nó infinito, o símbolo representa o entrelaçamento entre todos os seres e mostra como os seres humanos estão ligados por sentimentos amorosos.

 Está relacionado ao coração do Buda e ao seu imenso amor pela humanidade. 

Representa a interdependência de todas as coisas, atitudes e resultados.

Ele também é usado como amuleto de proteção pendurado no pescoço, ou sobre a porta de entrada das casas.

Em alguns rituais ele é ultilizado para invocar a Grande Deusa. 


Os celtas acreditam que se o nó for colocado abaixo do que deseja ele absorverá tal coisa para sua vida. 

Ele estará eternamente na magia de luz e aos mestres da sabedoria divina. 

O símbolo serve para quem quer estar na senda da luz e da sabedoria.

O nó celta data do final do Império Romano.

 Embora normalmente associado aos antigos celtas, o símbolo também pode ser encontrado em artefatos nórdicos e egípcios.

 Existem diferentes concepções e cada símbolo está associado a um significado específico. 


Muitos dos emblemas celtas representam aspectos diferentes da natureza e equilíbrio.

 Usualmente, o nó não possui começo ou final definido. Acredita-se que ele representa o eterno ciclo da vida.

Um comentário:

  1. O ser dimensional que consegue se despertar pode chegar a Avalon.

    ResponderExcluir